Escolioses (Avaliação e Tratamento)

escolioses

O nosso Fisioterapeuta Carlos Guerreiro especializou-se no tratamento de patologias e deformidades que afectam a coluna vertebral, incluíndo Escolioses.

Para tal, desenvolveu em 2012 um Programa específico para a correcção de Escolioses, procurando dar o melhor tratamento possível a cada caso.

Consulta

Na 1ª Consulta será feita uma avaliação e investigação do seu caso particular e proposto um programa de tratamento.

A avaliação do paciente consiste no seguinte:

– Anamnese detalhada

– Avaliação Postural nos 4 planos

– Fotografia Postural nos 4 planos

– Testes de Flexibilidade da Coluna Vertebral

– Medição da Escoliose com Escoliómetro

– Medição do Comprimento e de possível dismetrias

– Análise de Exames Complementares de Diagnóstico (RX, TAC, RM,…)

Será ainda realizada a primeira sessão de tratamento.

1ª Fase do Programa

Esta fase do programa é composta por 10 sessões de Fisioterapia Postural com o objectivo de alivio da dor e correcção postural. São utilizados os seguintes métodos e complementos:

– Reeducation Posturale Globale (RPG)

– Chaînes Physiologiques de L. Busquet

– Tracção Manual da Coluna Vertebral

– Orthopaedic Medicine (Cyriax) e Mckenzie;

– Massagem de Relaxamento e Descontracturante

– Electroterapia, Ultasonoterapia e Termoterapia sempre que necessário.

Na última sessão é realizada uma reavaliação para verificar quais os resultados obtidos no tratamento e se é necessário continuar ou alterar o plano de tratamento.

2ª Fase do Programa

Nesta fase do programa será proposto um plano de tratamento com o objectivo de reintegração e reforço muscular ou será realizada uma prescrição de exercícios para realizar em casa ou no ginásio perto do local de residência. São utilizados os seguintes métodos nesta fase:

– Reeducation Posturale Globale (RPG)

– Pilates e Yoga;

– Musculação e Cardio-Fitness;

– Treino Funcional;

– Exercícios de Schroth Method;

Nesta fase, em casos mais severos poderão ainda ser propostas algumas ajudas ortopédicas e/ou terapias complementares, tais como:

– Ortoprotesia (precrição de colete e/ou palmilha correctiva);

– Nutrição e Psicologia.

Fisioterapia e Terapias Complementares em Lisboa

Fisioterapia

Fisioterapia Geral

Reeducação Postural Global (RPG)

Método das Cadeias Musculares e Fisiológicas

Drenagem Linfática Manual

Cinesioterapia Respiratória (Fisioterapia Respiratória)

Pilates Clínico One – On – One Session

Fisioterapia ao Domicílio

PROGRAMAS

Reabilitação de AVC’s (Acidente Vascular Cerebral)

Preparação para o Nascimento

Escolioses (Programa de tratamento sem cirurgia)

Golfe Terapêutico e Adaptado (da Reabilitação à Competição)

Consultas

Terapia da Fala

Psicologia Clínica

Nutrição

Golf Medical Classifiers

Massagens

Terapêuticas
Desportivas
Relaxamento
À La Carte (Drenagem Linfática Manual, Massagem Terapêutica, Massagem Desportiva, Massagem Descontracturante, Massagem de Relaxamento, Massagem Sueca,…)

Todos os serviços estão disponíveis para serem realizados no nosso gabinete ou no seu domicílio.

Para mais informações, clique em https://lisboaphysio.com/contactos/.

Lisboa Physio

Dispõe de seguro de saúde?

É beneficiário de algum sub-sistema de saúde?

Consulte as condições da sua apólice ou regras do sub-sistema do qual é beneficiário, e caso tenha cobertura para consultas e tratamento de Medicina Física e de Reabilitação, saiba que pode recorrer à LisboaPhysio para usufruir de condições especiais!

Terá apenas de consultar um médico de qualquer especialidade (ou se for exigido, um médico Fisiatra) para que indique a necessidade de realização de tratamentos de Fisioterapia e o número de sessões necessárias.

Poderá assim dirigir-se a uma empresa externa à rede convencionada do seu seguro de saúde (ex: Médis, Multicare, AdvanceCare, ServiaAIDE…) ou sub-sistema (ex: ADSE, ADM, SAMS, …), como é o caso da LisboaPhysio.

Desde que encaminhe a indicação médica acompanhada do recibo respeitante ao pagamento dos tratamentos como paciente particular, poderá garantir o reembolso de parte desse valor (comparticipação dependente das condições gerais e dos tipos de tratamento).

Nem sempre tem de se sujeitar a entidades ou horários definidos pelos outros. Escolha por si!

lisboaphysiopub

Tratamento de Patologias da Coluna Vertebral

PATOLOGIAS DA COLUNA VERTEBRAL

EPIDEMIOLOGIA:
– Atingem 80% da população
– Afectam tanto homens como mulheres
– Principalmente entre 25 e 45 anos de idade (vida activa)‏
Factores de risco:

Pessoais
– Idade, condição física e saúde em geral (obesidade, sedentarismo, tabagismo, lesões, desvios dos eixos normais, factores genéticos…)‏

Psicológicos
– Stress, crises depressivas…

Ocupacionais
– Levantar, carregar ou empurrar peso exagerado, posturas erradas prolongadas (laborais)…

PATOLOGIAS

– Síndromes dolorosas da coluna e das raízes nervosas (Cervicalgias, Síndrome de Barré-
Liéou, Nevralgia de Arnold, Cervicobraquialgia, Dorsalgia, Lombalgia, Ciática, Síndrome do Piramidal, Canal Estreito Lombar, Nevralgia Femurocutânea)

– Patologias Articulares (Espondilose Anquilosante, Espondilartrose, Hérnia Discal,

– Desvios da coluna vertebral (Escolioses, Hipercifose, Hiperlordose)

– Anomalias da coluna lombosagrada (Lombalização, Sacralização, Espondilolistese, Retrolistese)

– Osteodistrofias do crescimento (Doença de Scheuerman, Osteocondrite Vertebral  Infantil)

– Traumatismos da coluna vertebral (Fracturas, Luxações, Entorses,  Síndrome de Whiplash

A COLUNA VERTEBRAL

A coluna apresenta como funções:
Suportar o peso do corpo
Protecção da espinal medula
Permitir o movimento do tronco
Os músculos têm um papel importante no suporte e realização do movimento pois sem eles a coluna não suportaria  as forças nela aplicadas.

A Coluna Vertebral apresenta 4 curvaturas: curvatura cervical, dorsal, lombar e sagrada.

É composta por: 33 Ossos, sendo 24 flexíveis
– 7 vértebras cervicais (C1 – Atlas e C2 – Áxis)
– 12 vértebras dorsais ou torácicas
– 5 vértebras lombares
– Sacro (com 5 vértebras fundidas)
– Cóccix (4 ou 5 vértebras fundidas)

É ainda constituida por discos intervertebrais, ligamentos e articulações, sendo estes elementos de ligação intervertebrais.

A 1ª CONSULTA / TRATAMENTO

A primeira consulta consiste numa avaliação completa do paciente e consiste no seguinte:

● Anamnese detalhada

● Avaliação Postural em 4 planos

● Testes Neurológicos e Ortopédicos

● Análise de Exames Complementares de Diagnóstico (RX, TAC, RM,…)

 

Os pacientes com dor aguda são vistos com prioridade, no próprio dia da marcação ou no dia seguinte.

O NOSSO MÉTODO

O método utilizado pela LisboaPhysio trata-se de um método que tem uma avaliação lógica e uma aplicação prática exclusivas que nascem da sintonia entre as melhores técnicas mundias de reeducação postural, alívio da dor e de todo o conjunto de sintomas relacionados com o aparelho neuro-músculo-esquelético, que se complementam e completam para uma maior eficácia e rapidez no tratamento dos pacientes.

É este o verdadeiro “segredo” dos nossos resultados.

Para além do método utilizado através da terapia manual, são ainda utilizados os seguintes complementos:
Electroterapia
Ultrasonoterapia
Laserterapia
Crioterapia
Calor húmido
Vibroterapia

OS NOSSOS FISIOTERAPEUTAS ESPECIALISTAS

Ft. Carlos Guerreiro

Licenciatura em Fisioterapia na Escola Superior de Saúde Egas Moniz.

Formação adicional: Pós-graduação em Reeducação Postural Global, em Cadeias Fisiológicas, Pilates, Microkinesitherapie, Reflexologia e Ginástica Abdominal Hipopressiva.

Ft. Lúcia Lemos

Licenciatura em Fisioterapia na Escola Superior de Saúde do Alcoitão.

Formação adicional: Pós-graduação em Reeducação Postural Global e Pilates.

O que o Fisioterapeuta pode fazer por si, na área da Traumatologia e Ortopedia

O fisioterapeuta actua na área de Ortopedia, tanto como tratamento conservador, como nas fases pré e pós operatório das seguintes patologias/deformações/lesões/sintomas:

A) Malformações da Anca: luxação congénita da anca, coxa valga e coxa vara;

B) Deformações da coluna cervical e cintura escapular: anomalias congénitas da coluna cervical, sobreelevação congénita da omoplata, omoplatas aladas, báscula unilateral da omoplata, doença de P. Marie e Sainton, dorso curvo e torcicolo congénito;

C) Deformações do membro superior: inclinação cubital, polegar em adução;

D) Deformações Torácicas: tórax em funil (pectus excavatum), tórax em quilha (pectus carinatum), asas de Sigaud, depressões submamárias, tórax em ampulheta e outras assimetrias torácicas;

E) Anomalias da coluna lombosagrada: lombalização, sacralização, espondilolistese, espondilólise, retrolistese;

F) Deformações do pé: pés chatos, antepé chato, pé cavo, pé varo, pé valgo, metatarso varo, hálux valgo, hálux varo, hálux fletido, dedos em martelo, metatarsalgias, Síndrome de Dudley Morton;

G) Deformações do joelho e da perna: genu valgo, genu varo, genu recurvatum, genu flexus, instabilidades rotulianas, plicas sinoviais;

H) Osteodistrofias do crescimento: Legg-Perthes-Calvé, coxa vara, síndrome de Konig, doença de Scheuermann, doença de Kohler, síndrome de Iselin Setter, apofisite calcânea, acometimentos osteodistróficos do joelho, Osteocondrite vertebral infantil;

I) Desvios da coluna vertebral: escolioses, cifoses, hiperlordoses, torcicolo, inversões de curvatura;

J) Ortodontia: Deformações e malposições dentárias e maxilares, síndromes A.T.M.

Também na área de traumatologia o fisioterapeuta actua, tanto como tratamento conservador, como nas fases pré e pós operatório das seguintes patologias/deformações/lesões/sintomas:

A) Traumatismos da região escapular: fracturas da clavícula, omoplata e ombro; luxações do ombro, luxação acrómioclavicular, luxação esternoclavicular, entorses do ombro, ruptura da coifa dos rotadores, …;

B) Traumatismos da região braquial: fracturas da diáfise do úmero, ruptura da longa porção do bícipete, …;

C) Traumatismos do cotovelo: fracturas, luxações, entorses e contusões do cotovelo, …;

D) Traumatismos do antebraço: fracturas do antebraço (rádio e cúbito), síndrome de Volkmann, …;

E) Traumatismos do punho e da mão: fractura da extremidade distal do rádio e do cúbito, fractura de Pouteau-Colles, Luxação e entorse do punho, fracturas, luxações e entorses da mão; rupturas, dilacerações ou secções dos tendões da mão, feridas e queimaduras na mão, …;

F) Traumatismos nervosos do membro superior: paralisia do plexo braquial, lesões nervosas periférias, …;

G) Traumatismos da bacia e da anca: fracturas da bacia, luxação traumática da anca, fracturas da epífise superior do fémur, …;

H) Traumatismos da coxa: fracturas diafisárias do fémur, …;

I) Traumatismos do joelho: fracturas do joelho (extremidade inferior do fémur e extremidade superior da tíbia), fracturas da rótula, entorses do joelho, ligamentoplastia do ligamento cruzado anterior, lesões de menisco, ruptura do tendão rotuliano, luxações da rótula e do joelho, …;

J) Traumatismos da perna: fracturas diafisárias da perna (tíbia e peróneo), …;

K) Traumatismos do tornozelo: fracturas, entorses, luxações e contusões do tornozelo; ruptura do tendão de Aquiles, desinserção do gémeo interno, Tennis-Leg, …;

L) Traumatismos do pé: fracturas e luxações do astrágalo, fracturas do calcâneo, fracturas e luxações do tarso anterior, luxação de metatarso, fracturas dos metatarsos, fracturas dos dedos, entorses metatarso e interfalangicas, fractura dos sesamóides, …;

M) Traumatismos do tórax: contusões costais, fracturas das costelas, …;

N) Traumatismos da face: lesões ósseas, luxações, lesões das partes moles, …;

O) Traumatismos da coluna vertebral: fracturas, luxações e entorses da coluna cervical e dorsolombar, “Whiplash injury”, …;