Tratamento de Patologias da Coluna Vertebral

PATOLOGIAS DA COLUNA VERTEBRAL

EPIDEMIOLOGIA:
– Atingem 80% da população
– Afectam tanto homens como mulheres
– Principalmente entre 25 e 45 anos de idade (vida activa)‏
Factores de risco:

Pessoais
– Idade, condição física e saúde em geral (obesidade, sedentarismo, tabagismo, lesões, desvios dos eixos normais, factores genéticos…)‏

Psicológicos
– Stress, crises depressivas…

Ocupacionais
– Levantar, carregar ou empurrar peso exagerado, posturas erradas prolongadas (laborais)…

PATOLOGIAS

– Síndromes dolorosas da coluna e das raízes nervosas (Cervicalgias, Síndrome de Barré-
Liéou, Nevralgia de Arnold, Cervicobraquialgia, Dorsalgia, Lombalgia, Ciática, Síndrome do Piramidal, Canal Estreito Lombar, Nevralgia Femurocutânea)

– Patologias Articulares (Espondilose Anquilosante, Espondilartrose, Hérnia Discal,

– Desvios da coluna vertebral (Escolioses, Hipercifose, Hiperlordose)

– Anomalias da coluna lombosagrada (Lombalização, Sacralização, Espondilolistese, Retrolistese)

– Osteodistrofias do crescimento (Doença de Scheuerman, Osteocondrite Vertebral  Infantil)

– Traumatismos da coluna vertebral (Fracturas, Luxações, Entorses,  Síndrome de Whiplash

A COLUNA VERTEBRAL

A coluna apresenta como funções:
Suportar o peso do corpo
Protecção da espinal medula
Permitir o movimento do tronco
Os músculos têm um papel importante no suporte e realização do movimento pois sem eles a coluna não suportaria  as forças nela aplicadas.

A Coluna Vertebral apresenta 4 curvaturas: curvatura cervical, dorsal, lombar e sagrada.

É composta por: 33 Ossos, sendo 24 flexíveis
– 7 vértebras cervicais (C1 – Atlas e C2 – Áxis)
– 12 vértebras dorsais ou torácicas
– 5 vértebras lombares
– Sacro (com 5 vértebras fundidas)
– Cóccix (4 ou 5 vértebras fundidas)

É ainda constituida por discos intervertebrais, ligamentos e articulações, sendo estes elementos de ligação intervertebrais.

A 1ª CONSULTA / TRATAMENTO

A primeira consulta consiste numa avaliação completa do paciente e consiste no seguinte:

● Anamnese detalhada

● Avaliação Postural em 4 planos

● Testes Neurológicos e Ortopédicos

● Análise de Exames Complementares de Diagnóstico (RX, TAC, RM,…)

 

Os pacientes com dor aguda são vistos com prioridade, no próprio dia da marcação ou no dia seguinte.

O NOSSO MÉTODO

O método utilizado pela LisboaPhysio trata-se de um método que tem uma avaliação lógica e uma aplicação prática exclusivas que nascem da sintonia entre as melhores técnicas mundias de reeducação postural, alívio da dor e de todo o conjunto de sintomas relacionados com o aparelho neuro-músculo-esquelético, que se complementam e completam para uma maior eficácia e rapidez no tratamento dos pacientes.

É este o verdadeiro “segredo” dos nossos resultados.

Para além do método utilizado através da terapia manual, são ainda utilizados os seguintes complementos:
Electroterapia
Ultrasonoterapia
Laserterapia
Crioterapia
Calor húmido
Vibroterapia

OS NOSSOS FISIOTERAPEUTAS ESPECIALISTAS

Ft. Carlos Guerreiro

Licenciatura em Fisioterapia na Escola Superior de Saúde Egas Moniz.

Formação adicional: Pós-graduação em Reeducação Postural Global, em Cadeias Fisiológicas, Pilates, Microkinesitherapie, Reflexologia e Ginástica Abdominal Hipopressiva.

Ft. Lúcia Lemos

Licenciatura em Fisioterapia na Escola Superior de Saúde do Alcoitão.

Formação adicional: Pós-graduação em Reeducação Postural Global e Pilates.

Regresso às aulas e a coluna vertebral

criança dorNesta época que se avizinha, na qual a preocupação está em preparar as crianças e jovens para o ano lectivo que se avizinha. Na idade do maior desenvolvimento, os pais e restantes educadores devem analisar cuidadosamente a saúde postural que os alunos adoptam, quer durante o estudo, quer no trajecto casa-escola.

Podemos alertar para alguns factores essenciais para o crescimento saudável dos seus filhos:

– O peso da mochila não deverá ser superior a 10% do peso da criança. Escolha um formato com abas largas e reguláveis, sempre de forma a não ficar demasiado baixa relativamente ao tronco. Não esqueça de incentivar o transporte da mochila com o peso em ambos os ombros ou, caso se trate de um trolley, este deverá ser empurrado com ambos os membros superiores, evitando assimetrias.

– A secretária de estudo deve estar adequada em altura, assim como a cadeira, permitindo o apoio da região lombar, com as ancas e joelhos flectidos a 90º, apoio dos pés no solo sem cruzar as pernas e com os livros e o computador localizados centralmente, para evitar posturas erradas (ex.: rotações do tronco, flexão da coluna vertebral).

– Evite que o seu filho leia deitado ou noutra posição que não a referida acima. Sempre que a posição seja mantida por períodos de tempo longos, desenvolvem-se alterações microestruturais a nível da coluna que são a causa de patologias conhecidas e dolorosas, como as hérnias discais, as luxações vertebrais e as dores raquidianas.

A coluna vertebral é sensível aos estímulos dados em todas as fases da vida. Caso considere que o seu filho não segue estas indicações, por mais que as repita, consulte a LisboaPhysio para avaliar a condição postural e determinar a necessidade de realizar tratamentos de Reeducação Postural Global EM TEMPO ÚTIL, ou seja, durante o período de crescimento.

Não basta incentivar a natação, como é proposto pela  maioria dos médicos, uma vez que essa actividade se destina à manutenção dos resultados que devem ser obtidos primeiro em gabinete, sendo que não é possível corrigir os problemas já existentes de outra forma .

Os hábitos adquiridos na infância transporta-se para a idade adulta e são a primeira causa para os problemas de coluna vertebral, desequilíbrios musculares, dores em repouso e em actividade e ainda para os problemas de inestética que um corpo desalinhado (ex: escolioses, hipercifoses, hiperlordoses , rectificações) provocam.

Não espere que o seu filho se queixe com dores: nas crianças, a dor é o último dos sinais de problema postural!

Reeducação Postural Global

rpg11

A Reeducação Postural Global, ou RPG, foi criada na França, pelo fisioterapeuta Phillipe Souchard. A técnica considera sistemas musculares e esqueléticos como um todo e procura tratar de forma individualizada, músculos que são de estruturas diferentes (músculos dinâmicos e estáticos). A musculatura posterior ou estática está sempre contraída para a manutenção da postura e pronta para entrar em acção. Já os músculos dinâmicos que são responsáveis pelo movimento activo entram em estado de relaxamento quando não estão a ser utilizados. Os músculos estáticos em estado patológico retraem-se ou encurtam-se, manifestando-se pelo aparecimento dos desvios posturais. Os desvios posturais podem ter inúmeras causas, tais como: maus hábitos posturais ou profissionais, alterações congénitas ou adquiridas, factores emocionais; mas seja qual for a causa, o desvio será fixado pela retracção das estruturas relacionadas aos músculos estáticos, que são agrupados num conjunto normalmente chamado de cadeias musculares. Podemos pensar no nosso corpo como um quebra-cabeças, em que, se uma peça está fora do lugar, todo o conjunto se desequilibra. Assim, quando alguma parte do corpo dói ou está muito tensa, todo o conjunto reage para compensar e algumas peças acabam se contrair.

Tratamento

O tratamento com RPG é realizado através de posturas estáticas, com o objectivo de actuar neste conjunto de cadeias musculares, de modo que os músculos estáticos sejam alongados, enquanto que os dinâmicos devem ser contraídos. Partindo da consequência até a causa do problema, procurando reencontrar a boa morfologia corporal e solucionando os problemas relacionados a esta.

Problemas que podem ser tratados com a RPG

Escolioses; Hiperlordose; Hipercifose; Hérnia discal; Torcicolo; Lombalgias; Cervicalgias; Artroses; Bursites e Tendinites; Asma e Bronquites; Joelho Varo e Valgo; Pé Plano e Cavo; Dores Musculares; Stress; Enxaquecas;

Síndrome de Desarmonia Corporal

Entre muitos outros.